Arquivo de outubro 5, 2011



Aproveite para meditar em Mateus 16.24 “Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me;”

Responda:
1. Nas grandes decisões da sua vida você tem recorrido a Deus?
2. E nas pequenas decisões? Você mesmo resolve?

Consagração não é um momento, é uma vida!
Não temos dificuldades em buscar a Deus para saber a sua vontade e se render a ela quando temos que tomar grandes decisões na vida. Normalmente quando a resposta pode influenciar todo o curso da nossa vida corremos para Deus pois afinal de contas é algo “grande demais” que “eu não sei como lidar com isso”.
Porém, nas pequenas decisões, aquelas que nossa mente tem uma resposta rápida e prática, não buscamos a Deus.
Algo que eu e você precisamos aprender é que as pequenas decisões influenciam a nossa vida da mesma maneira que as grandes decisões. A única diferença é a questão do tempo. Dar a resposta errada numa grande decisão é como se jogar em um buraco mas dar a resposta errada numa pequena decisão é como cavar com as próprias mãos um buraco. A princípio parece que não está acontecendo nada, mas depois você se vê em um lugar que será muito difícil conseguir sair.
Por isso, é muito importante eu decidir pela vontade de Deus a cada instante da minha vida. E, para decidir pela vontade dEle, é necessário buscar ao Senhor em todo tempo e em cada ocasião.
Você é responsável pelas suas decisões e sempre obterá a recompensa delas; seja uma boa ou má recompensa.
Consagração é muito mais do um momento, é uma constante rendição ao Pai Celestial!

Anúncios




Aproveite para meditar em Mateus 6.10 “venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;”

Responda:
1. Você já consagrou a sua vida a Deus?
2. Você tem vivido mais a sua vontade ou a vontade de Deus?

A consagração é imprescindível na vida do cristão. Após receber Jesus como seu Salvador, você precisa recebê-lo a cada dia como Senhor, como Pai, como Aquele que é a máxima autoridade sobre a sua vida.
Se você quer viver a plenitude daquilo que é bom, perfeito e agradável você precisa se submeter ao único que sabe o caminho para este lugar.